Sua destrutividade em questão



imagem-12.jpg
Muitas pessoas não se dão conta do grau de destrutividade inato que carregam consigo. E, em função disto, reincidentemente sofrem em função dos desdobramentos e das consequencias desta destrutividade, sem compreender qual é a sua contribuição efetiva neste processo.

Tais pessoas inconscientemente permanecem em estado de guerra com os outros ou, em alguns casos, consigo mesmo. O resultado prático deste “estado de guerra inconsciente” é uma coleção infindável de relacionamentos, trabalhos, vínculos, projetos, iniciativas, etc... total ou parcialmente fragilizados, danificados, minados: destruídos.

Usando como referência a teoria da psicanalista inglesa Melanie Klein, neste workshop discutiremos sobre como a destrutividade é o ponto originário do ser humano.

E você? Como você percebe a sua própria destrutividade?
 

 
Este conteúdo pode ser apresentado e discutido em três formatos:

Palestra Tradicional, Roda de Diálogo ou Laboratório.
(entenda a diferença)